quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Sem opinião?

Em um tempo não muito distante, havia uma menina, quase moça, que adorava política, se envolvia em todas as questões, lia todos os jornais disponíveis e defendia suas opiniões com unhas e dentes. Com esse comportamento, perdeu alguns amigos, ganhou outros, sempre acreditando que poderia ajudar na construção de uma sociedade mais justa. A menina relamente acreditava no seu sonho. Os anos se passaram, o país mudou, muitas coisas avançaram, outras regrediram, mas o mundo se tornou um pouco melhor para uma boa parte da população. A menina cresceu, tornou-se mulher, mas foi, aos poucos, perdendo a fé no ser humano. E ganhando fé em Deus. Durante sua vida profissional, encontrou gente de todo tipo, viveu um pouco no coração do mundo político e hoje, apesar de ainda trabalhar duro, não pode dar um pio sobre a sua verdadeira opinião. Ócios do ofício.

Nenhum comentário: